As Voltas do Impossível são um evento que pretende proporcionar uma experiência única, pessoal, de forte ligação ao território, território, esse, que tem de ser protegido!

Desde sempre existiu uma sintonia entre a Cream e a Confraria Trotamontes, na certeza que este fosse um evento de impacto mínimo para com o meio ambiento e, desde o início, que o trabalho tem sido feito nesse sentido, com o objetivo de rumarmos e exigirmos mais de nós, “organização”, para reduzir ao mínimo a produção de resíduos, consumo de recursos e impacto exercido.

Estas são algumas das principais medidas que temos vindo a implementar:
> Redução, ao mínimo, dos materiais de divulgação impressos, privilegiando os digitais.
> Dorsais dos atletas são em tecido, recicláveis, tintas amigas do ambiente.
> Guias de transporte* em papel com Certificação FSC.
> Número reduzido de atletas.
> A sinalização no terreno é mínima e reutilizável.
> O evento está em perfeita sintonia com os habitantes locais, em particular o espaço principal, Rio de Frades.
> A organização não fornece qualquer tipo materiais (merchandising / suporte / alimentação).

Este é um evento com o apoio do: Município de Arouca

*Guias de transporte são a forma que encontramos para controlar as passagens dos atletas, sem recurso a materiais e ou tecnologia.

O momento de trocar As Voltas ao Impossível, voltou.

Fotografias: Paulo Nunes e Matias Novo

Organização:
Confraria Trotamontes
Município de Arouca

Aventura anterior
Voltas do Impossível: sustentabilidade e equilíbrio em primeiro lugar!
Próxima aventura
CREAM VENCE BRONZE NOS PRÉMIOS LUSÓFONOS, COM EVENTO DESPORTIVO